Apenas visitas de pesquisas científicas com autorizações já expedidas pela Sudema serão permitidas, respeitando o limite de até três pesquisadores.

Parque Estadual Pedra da Boca, em Araruna, PB Divulgação/Secom-PB A visitação pública em unidades de conservação da Paraíba estão suspensas por mais 30 dias, de acordo com prorrogação publicada nesta terça-feira (30), no Diário Oficial do Estado. De acordo com a publicação no DOE, a Superintendência da Administração do Meio Ambiente (Sudema) irá permitir a visita nas unidades apenas para fins científicos, com autorizações já expedidas pelo órgão, e com limite de até três pesquisadores no local. A medida foi tomada para evitar aglomerações e possíveis infecções pelo novo coronavírus nas unidades e pode ser renovada caso seja necessário. Foram atingidos pela determinação o Parque Estadual de Areia Vermelha, em Cabedelo; a Mata do Buraquinho, em João Pessoa; o Parque Estadual Pedra da Boca, em Araruna; e o Vale dos Dinossauros, em Sousa. Mais informações sobre os locais em que as visitas foram suspensas podem ser obtidas com a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), por meio do telefone: (83) 3221-6161.